Geral

''No ambiente hospitalar, as emoções e os sentimentos estão sempre em níveis muito acelerados''

Esse é o desafio que Débora Bianchin, psicóloga do Hospital São Francisco, precisa encarar diariamente. Ela atua com psicologia hospitalar e, além de acompanhar os pacientes que ocupam os quase 100 leitos e os 190 colaboradores diretos do São Francisco, precisa lidar com as famílias, muitas vezes em situações extremas de estresse, entendendo o que ocorre na conduta médica e traduzindo estes acontecimentos para os familiares.
Alex Trombetta